Pílula do dia seguinte

A pílula do dia seguinte, também conhecida como contracepção de emergência, é um método contraceptivo que é mais eficaz quando usado até 72 horas após uma relação sexual desprotegida. Ela atua de 3 formas, impede a ovulação, reduz a movimentação das tubas uterinas (transportam o óvulo até o útero) e provoca descamação do endométrio (camada interna do útero) impedindo que o óvulo fecundado se implante.

Ela é composta por uma progesterona sintética em altas doses quando comparadas a pílulas anticoncepcionais de uso diário. Seu uso pode causar irregularidade menstrual dentre outros sintomas.

A medicação não tem efeito cumulativo, logo, se houver uma nova relação sexual desprotegida a chance de gravidez é a mesma, além de não ter qualquer proteção contra as DSTs.

Como o próprio nome já diz, é um contraceptivo de emergência e não deve ser usado de forma rotineira.

#dracarolinaferreirago #ginecologia #obstetricia #piluladodiaseguinte #usocomconsciência #sexoseguro

× Agendar Consulta